VEJA NOTÍCIAS, CURIOSIDADES E MUITO MAIS
Slider

MPMEs aumentam investimentos em cibersegurança

Investimentos das Micro, Pequenas e Médias Empresas na América Latina em segurança digital cresceram mais de 100% em um ano, revela pesquisa Kaspersky.

Proclamado em 2017 pela Assembleia Geral das Nações Unidas, o Dia Internacional das Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPMEs) é celebrado em 27 de junho para ressaltar a importância dos pequenos negócios na economia nacional e global. Além de questões econômicas, a cibersegurança dessas empresas também precisa estar em pauta. Nosso estudo Aumento do orçamento de cibersegurança nas empresas, apesar dos cortes feitos pela Covid-19, mostra que 70% das MPMEs da América Latina têm soluções de segurança instaladas e, destas, 96% se protegem com programas pagos – números que indicam a importância da cibersegurança neste segmento.

A pesquisa também fornece uma visão geral de como as MPMEs da região decidiram aumentar seus orçamentos de cibersegurança: o investimento cresceu de U$ 114 mil em 2019 para U$ 250 mil em 2020. Os motivos para este aumento são que 25% das organizações pesquisadas investiram após sofrer um incidente e 22% após saberem que outras companhias foram vítimas de violações de segurança. Dentre as empresas pesquisadas, 19% foram vítimas de ransomware, 14% sofreram infecções de malware e 10% de ataques direcionados.

O estudo também mostra um cenário positivo sobre a cibersegurança das MPMEs: 96% relataram estar protegidas com programas pagos, e apenas 4% têm software gratuito. Além disso, 50% responderam que suas organizações contam com soluções projetadas especificamente para MPMEs, 42% indicaram que usam soluções para grandes empresas e apenas 8% relataram usar proteções domésticas. No geral, 70% das empresas pesquisadas disseram que os dispositivos usados em seus negócios têm software de segurança instalado, contra apenas 30% que responderam não.

“Felizmente, as micro, pequenas e médias empresas latino-americanas estão cada vez mais conscientes da importância da cibersegurança. Vemos que, embora muitas empresas tenham tido efeitos econômicos adversos como resultado da pandemia, elas estão conscientes de que isso não é uma despesa, mas investimento”, afirma Claudio Martinelli, diretor-geral da Kaspersky na América Latina. “É importante lembrar que o custo médio das violações de segurança é de U$ 100 mil para as MPMEs e nenhuma empresa deste tamanho consegue se recuperar de ataques assim”, completa.

Dicas para segurança das MPME

• Atualize o software e o sistema operacional – Desta forma, os dispositivos se beneficiarão das últimas correções e atualizações de segurança que podem remediar as falhas de proteção no sistema operacional.

• Treine sua equipe – Marque um treinamento básico de conscientização de segurança para seus funcionários. Isto pode ser feito online e inclui práticas essenciais como gerenciamento de conta e senha, segurança do endpoint e navegação na web. Kaspersky e Area9 Lyceum organizaram um curso gratuito para ajudar o profissional a trabalhar com segurança sem sair de casa.

• Faça backups – O backup adequado dos dados deve ser considerado uma prioridade porque a violação de dados ou um ataque de ransomware em uma microempresa pode ter um impacto direto em sua reputação, operação e até mesmo gerar custos muito altos.

• Proteja sua microempresa com uma solução de segurança – Sua empresa precisa de uma solução de segurança que a proteja de forma abrangente: dados, software, senhas, servidor e finanças.

Abrir o Chat
Podemos Ajudar?
Olá,
Para mais informações entre em contato conosco pelo nosso Whatsapp.